Lançamento em Famalicão

É muito difícil explicar-vos o que, para mim, o lançamento do livro "Uma Questão de Azul-Escuro" ontem, no Agrupamento D. Maria II, em Famalicão.
O carinho com que tudo foi preparado, a fluidez com que tudo aconteceu, o empenho de todos - professores, alunos, pais, funcionários, editora - e os momentos fortes que se passaram durante e depois, nas conversas descontraídas sobre livros e histórias, tudo fez para que este dia ficasse para sempre guardado na minha memória.
Estas duas fotografias são da prenda que me deram... A minha parte preferida da história, a primeira conversa, foi-me oferecida em escultura, como aqui vêem.
Obrigada a todos! Com experiências destas, com momentos destes, chegaremos todos mais longe.
Um grande beijinho!


6 comentários:

Pedrocas29 disse...

Que momentos ternos, esses que viveste! Que vivas muitos mais, rodeados de todos estes admiradores, que no final de tudo são amigos, família, leitores, ...
Tudo de bom para a minha maior inspiração de vida!

Margarida Fonseca Santos disse...

Oh, Pedro, foi tão bonito, nem imaginas!!! Fiquei mesmo com muitos amigos... E vim feliz para casa.
Um grande beijinho, amigo especial

Margarida Fonseca Santos disse...

Ontem estive, por duas vezes, com alunos do 2º ciclo. Falou-se deste novo livro, que ainda não conheciam. Duas coisas aconteceram: 1º, uma corrida a requisitar o livro na biblioteca (de Carnaxide e de Algés); 2º, uma aluna veio dizer-me que teria precisado do livro no ano anterior, pois batiam-lhe sistematicamente e ela nunca fez queixa, ficou em silêncio... Espero que mais jovens possam ter a possibilidade de acreditar nas soluções e se sintam acompanhados.

Pedrocas29 disse...

Nessas alturas, em que os leitores partilham contigo o seu mais intimo - porque confiam em ti, conhecem-te, pelas tuas palavras -, deves sentir-te extremamente feliz e concretizada! Imagino como será...!
E sim, Margarida, o Bullying é um caso muito agudo! Como delegado de turma, fazia parte do meu papel assistir a tantas reuniões sobre o assunto, reunidos com psicólogos e mais alunos! Fiz também parte, por livre vontade, da equipa de mediação de conflitos da escola, e vivi de perto o Bullying...!
Acho que ambas as partes devem ser ouvidas, nenhuma deve ser julgada!!
Este teu livro é muito bom, espero que ajude muitas meninas como essa que falou contigo e muitas mais crianças, adolescentes que precisarem!
Beijos enormes para ti, minha grande amiga!

Margarida Fonseca Santos disse...

Cada vez mais me parece urgente conhecer-te "ao vivo"!
Tens toda a razão - nunca se deve julgar, mas sim ajudar e resolver. Falámos imenso, nesta terça em que estive na biblioteca de Carnaxide e na de Algés, na questão das razões do agressor - para aqueles miúdos, era um assunto por desvendar.
Um grande beijinho, meu querido amigo Pedro

Pedrocas29 disse...

SIM, Margarida - ÉÉÉÉ urgente! ;)
- É mesmo algo inexplicável, esses instantes da mais pura felicidade são.... inesquecíveis, acredito.
Beijos ansiosos pelo ''grande dia''!