Conversa com Margarida Cordo

Acabo de chegar da conversa com Margarida Cordo acerca do meu livro "De Nome, Esperança"
Preciso de partilhar convosco o momento mágico que ali se viveu. Num ambiente quase familiar, ouvimos as palavras da Margarida C., fluidas, interessantes, cheias de histórias e repletas de uma leitura profunda e carinhosa da Esperança. Levou-nos, através da sua visão profissional da doença mental, mas também pelo seu sentir da escrita.
Agradeço a todos os que estiveram connosco - este é um dia que guardarei para sempre no espaço reservado aos acontecimentos que nos fazem pensar que a vida tem um enorme sentido.

2 comentários:

Natália Augusto disse...

Olá Margarida,

Tive pena de não ter ido à apresentação do livro, até porque é uma lição de vida.
Comprá-lo-ei, pois fiquei curiosa. Também eu, como muitos, sofro de uma doença mental. Enfim, adiante.

Muito Sucesso.

Beijinhos

Margarida Fonseca Santos disse...

Obrigada, Natália
Espero que o sinta ao ler com todo o carinho - não é um livro fácil, mas foi um livro que me modificou...
Um grande beijinho