Absolvidos - e a sentença transitou em julgado!

22 de Julho de 2011 
Depois de uma hora de leitura da sentença, pudemos respirar fundo. A Justiça fez-se e fez História.
Não resisto a deixar aqui o artigo que Iva Delgado escreveu. É um texto lindo, sensível e que mostra como nos acompanhou e nos apoiou.
Obrigada, Iva...
Link para o Público
Leiam também as mensagens extraordinárias que surgiram no Grupo que nos apoiou sempre - obrigada a todos! Link

10 de Outubro de 2011
A sentença transitou em julgado,  este processo chegou ao fim - contudo, ficará para a história esta sentença e tudo o que ela fez pelo direito à expressão, à criação, à opinião.
Aqui ficam alguns comentários:

Rui Vieira Nery
A Justiça portuguesa às vezes envergonha-nos. Pela lentidão generalizada dos processos, pela incompetência e pela impreparação manifestas de alguns magistrados, pelo conservadorismo atávico de algumas sentenças, pela cedência frequente à pressão mediática mais primária. Outras vezes orgulha-nos, como neste caso em que a sentença do Caso "A Filha Rebelde" constitui um precedente jurídico muito impo...rtante para a consolidação do Estado de Direito democrático. Afirmações como "...o procedimento criminal não poderá pretender travar, fechar ou esvaziar o debate sobre uma questão com evidente relevância histórica", ou "... a crítica pública deve ser um direito e não um risco" e a consagração do princípio do "direito à História" - tudo isto são marcos de uma jurisprudência em consonância com os valores fundamentais da Democracia. Foi por isto que lutaram as vítimas de Silva Pais e do regime que ele serviu. Fez-se Justiça.

Valdemar Cruz (um dos jornalistas que escreveu o livro "A Filha Rebelde", que adaptei para teatro)
Expresso - link

8 comentários:

Maria disse...

Parabéns :)

Chico disse...

Não podia ser doutra maneira, parabéns!!

Margarida Fonseca Santos disse...

Obrigada, queridos amigos!
Um abraço

Rabisco disse...

Já tinha lido a notícia na comunicação social mas ainda não tinha passado por cá.

Parabéns mas não poderia ser de outra forma.
A justiça tinha de estar do lado de quem tinha a razão.
=)

http://www.rabiscosincertossaltoemceuaberto.blogspot.com/

Margarida Fonseca Santos disse...

Obrigada!
Eu também pensava assim, mas só quando se ouve a sentença é que se acredita. Espero que não recorram - até fim de setembro ainda podem.
Um grande beijinho
Margarida

Margarida Fonseca Santos disse...

Aqui fica um link para quem quiser ler a sentença. Ainda não transitou em julgado, pois o recurso ainda é possível, mas é pública.
http://web.educom.pt/mb/Filha_Rebelde/A_Filha_Rebelde.pdf

Tomás disse...

A notícia está muito bonita. :)

Margarida Fonseca Santos disse...

A Iva Delgado é uma pessoa muito bonita... e forte!